<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, junho 21, 2005

Voltei!!! 

Voltei para mais uns meses de trabalho.

Após uma semanita a recuperar energias e de percorrer alguns países voltei para a bela rotina diária... acordar, trabalhar, cafezinho, estudar, dormir,... bem o que vale é que também estou a exagerar se fosse realmente assim não havia quem aguentasse.

É bom estar de férias, ver gente nova, falar outras línguas, espalhar-me em países diferentes mas também é bom voltar para junto dos amigos e da família.

Ai, o que uma quebrazinha na rotina consegue fazer... maravilhas!!!


LIRA

|

quinta-feira, junho 02, 2005

FÉRIAS!!!!! 

Finalmente vou ter uma semanita de férias. Vou pegar em mim e vou por esses caminhos, ver gente nova, culturas diferentes... uma verdadeira lufada de ar fresco.

Aos que cá ficam bom trabalho!!! :-)

LIRA

|

terça-feira, maio 17, 2005

Ó S. Pedro!!! 

Ó S. Pedro, tu decide-te!!!!!

Isto assim não pode ser. Um dia sol, no outro neve e um frio de rachar, no outro a seguir já está sol novamente. Não é que eu tenha nada contra o Sol, antes pelo contrário.

Quando este aparece no céu até parece que anda toda a gente com outra cara, vê-se a alegria estampada no rosto das pessoas. Fica tudo muito mais radioso e a luz emana por todo a parte.

Mas, por favor. Assim como está é que não tem jeito nenhum. Uma pessoa nem sabe o que há-de vestir e calçar. Num dia lá tem que calçar a bela da botita e uma camisola, no dia seguinte já anda de pé ao léu e de manga curta. Quer dizer! Não há condições!

Já não bastam as energias malucas que andam para aí a infiltrar-se em cada poro da pele de todos nós e que nos fazem andam num turbilhão de sentimentos, emoções, e etc. ainda temos que aguentar com a inconstância do tempo!!! É que não há lucidez que aguente!

Vá, deixa-te lá de brincadeiras e decide-te se faz favor.


LIRA

|

quarta-feira, abril 20, 2005

Ás voltas com a vida 

Madrugada ainda, acordo para mais um dia do resto da minha vida.
Por vezes penso que tudo isto não faz sentido, não faz sentido não saber se as acções e as decisões que hoje tomamos serão as mais acertadas para o nosso futuro, e menos sentido ainda faz o não saber se de facto vamos ter futuro.
O mistério da vida, o seu segredo bem escondido pelas reviravoltas do destino, é sem dúvida o único que eu gostaria de conhecer e que só conhecerei depois da morte.

Torna-se ingrato viver. Frustante. Angustiante.

Porém há o outro lado, o lado positivo e aquele no qual me refugiu, tantas vezes, para esquecer o lado obscuro.

A Natureza no seu esplendor, os filhos, os amigos, a familia, os momentos de paz, de alegria, junto dos que mais adoramos, dos que dão sentido a este mistério que é viver.

Não aguentaria uma vida autista, refugiada só no meu mundo. Não sou egoísta e gosto de partilhar e também de retirar tudo o que há de bom nos outros.

Ser alienada, não é ser indiferente. Ser alienada, para mim, é simplesmente alienar-me do que há de mau, de angustiante e frustante na vida. E vivê-la, se for preciso, a 200 à hora!!

Ali

|

Pause and ... PLAY! 

É bom fazer uma pausa de vez em quando...
Pois é, quase que abandonámos o nosso blog... tem andado á deriva na Blogosfera.
Pessoalmente, tenho guardado o que se passa cá por dentro e não tenho partilhado com o mundo, as voltas do meu... Preguiçosa!!
Talvez agora seja tempo de carregar baterias e voltar , pois apesar de não parecer, estamos na Primavera, o Verão tá quase aí, e as nossa alminhas vão andar mais à solta...
Depois de Tsunamis, tremores de terras, secas, reality shows cada vez mais degradantes, novo papa e o que daí vier, cá estamos de volta, para mais um capítulo...
Keep in touch...
Blá

|

De volta..... 

Depois de alguns meses a deambular por esse universo na minha nave roxa, encontro-me novamente no ponto de partida.

Independentemente do tempo que me ausente a verdade é que quando volto está tudo na mesma: as mesmas cores, a mesma lua, o mesmo sol (ou ausência dele), as mesmas ruas, os mesmos edificios, as mesmas pessoas, ...

Na realidade, penso que durante uns tempos vou tentar resistir à tentação de pegar na nave e ir visitar outros planetas, vou tentar agarrar-me um bocadinho mais a este porque é nele que vou ter que permanecer durante mais algum tempo. Vou tentar mudar-lhe algumas cores, pode ser que assim consiga cá ficar durante mais uns tempinhos. ;-)

A alienada que está de volta (... ou talvez não):



LIRA.

|

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Fevereiro e... 


...as alienadas continuam alienadas.

Alienadas com o blog, alienadas com o trabalho, alienadas com a vida.

Voltaremos em breve, com grandes notícias.



(Sabem que este é o post nº 70, o que faz do anterior o 69 ? - mera curiosidade)

Ali

|

!! !! !! !! LOVE !! !! !! !! 



|

quinta-feira, dezembro 30, 2004

Um excelente 2005 

Ora, muito bom dia.

Aqui estamos no penúltimo dia de 2004 e prestes a entrar no novissímo 2005. Não sei porquê mas estou com um feeling que 2005 me vai trazer muitas mudanças, às tantas vou deixar de ser alienada. Pensando bem, acho q isso n irá acontecer, uma vez alienada...para sempre alienada.
Mas, se calhar, é neste novo ano que vou conseguir finalmente pegar na nossa nave roxa com estofos de cabedal (a qual ando a tentar arranjar há uma eternidade) e navegar por esses horizontes e planetas. Quem sabe se não me fico por um outro planeta, um daqueles que tem mais do que uma lua.

Na verdade, espero que todos tenham um:


FELIZ 2005
COM A REALIZAÇÃO DE TODOS OS NOSSOS/VOSSOS DESEJOS


LIRA.



|

quinta-feira, dezembro 23, 2004

Feliz Natal 



Ali, Blá e Lia


|

sexta-feira, dezembro 10, 2004

Conversas da noite…
Tudo muda com o cair da noite. Nem sei porquê, mas a percepção que tenho de tudo sem um estado de luminosidade, inibe-me um pouco...Não sou um ser da noite. Confesso até, que esta me intimida… me mete medo…
É porém a noite, que me traz as melhores histórias de sempre. O sombrio e obscuro arrasta consigo um inegável mistério que despoleta o susto, mas que nos faz ir mais além… e a culpa é do nosso cérebro, que adormece connosco, mas que ao mesmo tempo busca aquilo que os olhos não querem ver…
Quem nunca ouviu dizer que a noite é boa conselheira? Quantas vezes nos deitamos com a sensação de que nos aconteceu a pior das façanhas, e quando se faz luz tudo parece amenizar? Afinal, por onde andámos nós, e o que fará com que passemos a ver tudo de uma forma mais simples? Não sei... mas ainda bem que assim o é...
Blá

|

sexta-feira, dezembro 03, 2004

Sugestões natalícias...  

Olá!
Confesso que pelo menos eu, não devo muito à inspiração nos últimos tempos. Assim, deixo-vos apenas algumas sugestões de filmes de Natal, lançamentos
"JINGÓBÉ: Greite muvs!":
"O fabuloso destino de Amélie" (Portugal, no papel de Amélie Poulain);
"Desaparecido em combate" (Actor principal: Durão Barroso, que nesta versão adoptou o idioma francês);
"Apanha-me se puderes" (Fátima Felgueiras no papel da sua vida; nomeada para o óscar de melhor actriz, categoria "lágrimas de crocodilo")
"O náufrago" (Santana Lopes, é obrigado a emagrecer 10 Kg, o que implicou um esforço enorme, perda de charme, de sexappeal, e apresentação de sintomas fortes do síndroma do queixo caído...)
"Ligações perigosas" (filme do ano, que conta com um elenco de luxo: Carlos Cruz, Bibi Silvino, Manuel Abrantes, Ferreira Diniz e ainda a participação especial de Paulo Pedroso...que foi obrigado a retirar o aparelho dos dentes, senão ninguém percebia nada...)
e ainda...
"A vida é um milagre" de Emir Kusturica, em que os contribuintes portugueses dão o seu melhor... o drama, o horror, o pânico, num filme de baixo orçamento.
Aproveitem as sugestões..
Boas Festas e "ólueis uótch gud muvs"!
Blá





|

quinta-feira, novembro 11, 2004

Iguarias… 

Para quebrar o gelo que se sente lá fora, e para nos esquecermos por uns instantes das desgraças que nos rodeiam, aqui vos deixo uma sugestão para a sobremesa. Fácil, prático e saboroso: é ela, a Banana cozida! Basta pôr água a ferver, colocar lá dentro as bananas maduras e com casca (tirando apenas o pé) e deixar cozer cerca de 7/10 minutos. Retirar do lume, tirar a casca, e polvilhar com açúcar e canela.
Et voilá…Comer geladinho!
É fácil, é barato, e não dá milhões…mas é uma gostosura, vice?
Nota: sendo hoje dia de S. Martinho, e comendo o pessoal muita castanha neste dia, é favor experimentar a receita numa outra ocasião (se é que me faço entender…)
DELICIEM-SE !!!
BLÁ ;)

|

terça-feira, novembro 02, 2004

Cores de Outono 


AMARELO






LARANJA






CASTANHO





VERMELHO





MULTICOLOR






Ali às cores

|

quarta-feira, outubro 20, 2004

Pedido de Desculpa 

Muitas vezes temos certo tipo de acções irreflectidas e infantis que acabam por magoar profundamente as pessoas sem que nós nos possamos aperceber.

Muitas vezes, há histórias que começam por um desabafo e que acabam por perder o significado inicial. Crescem, ganham vida própria, afastam-se do real e passam para o plano do imaginário.

É obvio que essas fronteiras são ultrapassadas para as pessoas que começam essas histórias mas não o são necessariamente para aqueles que as lêem.

A essas pessoas fica o meu pedido de desculpas.

LIRA.

|

terça-feira, outubro 19, 2004

Vale a pena pensar nisto... 

AS COISAS BOAS DA VIDA
E cá vão algumas delas...
Para ir acrescentando... aceitam-se sugestões :)

1. Apaixonar-se.
2. Rir tanto até que as faces doam.
3. Um chuveiro quente.
4. Um supermercado sem filas.
5. Um olhar especial.
6. Receber correio.
7. Conduzir numa estrada linda.
8. Ouvir a nossa música preferida no rádio.
9. Ficar na cama a ouvir a chuva cair lá fora.
10. Toalhas quentes acabadas de serem brunidas.
11. Encontrar a camisola que se quer em saldo a metade do preço.
12. Batido de chocolate (ou baunilha) (ou morango).
13. Uma chamada de longa distância.
14. Um banho de espuma.
15. Rir baixinho.
16. Uma boa conversa.
17. A praia.
18. Encontrar uma nota de 20 euros no casaco pendurado desde o último Inverno.
19. Rir-se de si mesmo.
20. Chamadas à meia-noite que duram horas.
21. Correr entre os jactos de água de um aspersor.
22. Rir por nenhuma razão especial.
23. Alguém que te diz que és o máximo.
24. Rir de uma anedota que vem à memória.
25. Amigos.
26. Ouvir acidentalmente alguém dizer bem de nós.
27. Acordar e verificar que ainda há algumas horas para continuar a dormir.
28. O primeiro beijo.
29. Fazer novos amigos ou passar o tempo com os velhos.
30. Brincar com um cachorrinho.
31. Haver alguém a mexer-te no cabelo.
32. Belos sonhos.
33. Chocolate quente.
34. Fazer-se à estrada com amigos.
35. Andar de baloiço.
36. Embrulhar presentes de Natal, comendo chocolates e bebendo a bebida favorita.
37. Letra de canções na capa do CD para podermos cantá-las sem nos sentirmos estúpidos.
38. Ir a um bom concerto.
39. Trocar um olhar com um belo desconhecido.
40. Ganhar um jogo renhido.
41. Fazer bolachas de chocolate.
42. Receber de amigos, biscoitos feitos em casa.
43. Passar tempo com amigos íntimos.
44. Ver o sorriso e ouvir as gargalhadas dos amigos.
45. Andar de mão dada com quem gostamos.
46. Encontrar por acaso um velho amigo e ver que algumas coisas (boas ou más) nunca mudam.
47. Patinar sem cair.
48. Observar o contentamento de alguém que está a abrir um presente que lhe ofereceste.
49. Ver o nascer do sol.
50. Levantar-se da cama todas as manhãs e agradecer outro belo dia.
51. Fazer uma viagem longa de comboio e ter a pessoa que amamos a nossa espera.
52. Saborear o fim de tarde de Verão numa esplanada vazia. ( aquela altura em que esta toda a gente em casa a fazer o jantar).
53. Fazer amor com a pessoa que amamos.
54. Dormir e acordar com a pessoa que amamos...
55. Dormir até querer!
56.Ligar a internet para saudar os amigos.
57.Comer castanhas assadas...
58.Sentir pela primeira vez no ano, os pés na areia.
59.Mergulhar no mar.
60.O cheiro a terra depois de uma chuvada de Verão.
61.O cheiro a café acabado de fazer logo pela manhã (que delícia!)
62. Inspirar ar puro...
63. Nadar debaixo de água...
64.Rapar a forma de um bolo de chocolate. (huumm!)
65.petingas fritas com arroz de tomate solto (huumm!)

BLÁ e mais meia dúzia de pessoas... :)




|

segunda-feira, outubro 11, 2004

Aconchego... 

Cheira a terra molhada...
a início de escola, a folhas caídas...
Tempo de mudança, vai dando lugar á lembrança de um sol mais duradouro... de ouro!
Os dias mais pequenos, amenos, cinzentos, bacentos... lembram-me o aconchego de chegar a casa... e ficar...
Blá

|

segunda-feira, setembro 27, 2004

Frida 

Tive este fim-de-semana a oportunidade de ver um filme muito especial: "Frida", que relata a história da pintora mexicana Frida Kahlo, como revolucionária política, sexual e artística... Gostei bastante!
Depois de ver uma história assim, ficamos com a sensação de que tudo é possível, e que a força que temos cá dentro, vem-nos sabe-se lá de onde, mas vem...
Outra coisa que me marca é a paixão pela pintura, e a necessidade de a concretizar para poder viver... e perceber que funciona como terapia e desabafo da alma. Algo que por acaso já tinha visto um pouco...
Por tudo isto, aconselho... Vale a pena!

|

sexta-feira, setembro 24, 2004

P'ra onde vamos? 

Pr'a onde corre a evolução humana? E já nem me refiro aos aspectos físicos, mas realço os valores e ideais que nos regem como raça...
Que fiquemos carecas, sem dentes, com as orelhas em bico, e sem penugem, até tolero... afinal de contas, muito temos feito para que isso aconteça.
O que continuo a não entender é a repulsa e banalização em relação a tudo aquilo que mais devíamos amar...É demasiado revoltante...
Como podem meia dúzia de tostões prevalecer sobre a vida de uma criança?
Deram-nos tudo, e nós tiramos tudo...
Será que é esta a lei da Vida? Não me parece...acho que é a lei da morte...

Blá

|

quarta-feira, setembro 22, 2004

falta fluir... 

Merecemos repreensão...
Almas nossas desnaturadas, que nem um minuto perdem para deixar fluir ideias e pensamentos, e partilhá-los com o mundo...
Não, não me esqueci de ti, Blog... apenas sinto que o tempo passa tão depressa, que nem sempre consigo puxar pelos cordelinhos...
mas prometo que estou de volta, com aventuras e desventuras da loucura do dia-a-dia
(oh que loucura...)
Porque não fazer de ti um diário? Blá, blá, blá... será uma boa ideia!
Ando distraída com o regresso do Verão... Em que mês estamos?
BLÁ

|

terça-feira, setembro 21, 2004

Pobre de mim... 




Sou eu que vos falo: eu, o vosso BLOG, o vosso cantinho alienado.
Amigas que andais fazendo? Que afazeres são esses que não vos deixam tempo para mim?
Eu, o vosso confidente. Eu, que aguento tudo: desabafos, contrariedades, infortúnios, desavenças e até as pochetes que vocês teimam em lembrar.

Não mereço, juro que não mereço tamanho desprezo, tamanho abandono.
Digam-me onde errei. Qual foi o mal que fiz que vos fez abandonar-me?
Voltem, eu perdoo-vos a indiferença, o desprezo que tenho sentido nestes últimos tempos.

Também os vossos assíduos leitores me têm feito queixa. Juram que vos apagarão dos favoritos, que não voltarão a comentar na caixinha maravilha. Que apagarão os vossos comentários nos blogues deles em forma de protesto.

Por favor não me abandonem na imensidão do espaço cibernético. Sinto-me só, desamparado, sem forças para aguentar a depressão em que me vejo afundar.

Voltem, estão perdoadas!!

Aquele que vos estima,
Blog das Alienadas

|

segunda-feira, setembro 20, 2004

Cada dia que passa...penso mais... 




...em tudo o que tenho feito e no tanto que tem ficado por fazer.
Em tudo o que aprendo e o tanto que me falta aprender.
Em tudo o que tenho e o quanto ainda me falta alcançar.
E este cansaço que me assola não me ajuda, não me dá asas para voar até lá, onde eu queria estar.
Ambiciosa? Talvez. Mas sobretudo, inconformada!

Ali


|

terça-feira, setembro 07, 2004

Voltar... 

A vida volta ao normal... é engraçado observar os movimentos de rua, e as transformações que sofre... Aos poucos as gentes começam a sair das tocas, o trânsito aumenta incondicionalmente, em detrimento dos lugares para estacionar... as criancinhas começam a ir à escola...
É giro ver as mesmas caras com um ar mais saudável, e ao mesmo tempo nostálgicas pelo tempo de lazer que passou num ápice...
Prefiro a falta de movimento, a falta de carros e de pessoas... mas é bom voltar a ver caras conhecidas, e saber que todos temos a mesma sina: voltar ao dia-a-dia...
No entanto, a pergunta repete-se: "As férias foram boas?"

BLÁ

|

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com